17 anos
Foto: Olhanense - SCBraga
Mais um ano, mais um leque variadíssimo de histórias de cariz positivo e/ou negativo. São mais 365 dias que serviram para reforçar a união e espírito de grupo, que já vem prevalecendo desde há 17 anos para cá, independentemente de todas as adversidades, vicissitudes e obstáculos que o dia-a-dia nos vai apresentando. O importante, no meio disto tudo, não é salientar unicamente os feitos louváveis do grupo, mas sim os momentos que fomos perdurando na "rua da amargura", pois foram esses que serviram para assimilar o projecto Red Boys, que hoje é sinal de respeito e admiração um pouco por todo o mundo. Sabemos que em Portugal não existe mentalidade suficiente para admitir o que quer que seja. Nós, Red Boys, não precisamos de gratificações de ninguém. Esperamos sim um pouco de reconhecimento pela dedicação e apoio proporcionado ao Sporting Clube de Braga, instituição com 88 anos de existência. A todos os nossos associados desenvolveremos seguidamente um conjunto de factores fulcrais, onde visam essencialmente uma melhor reorganização, para que possam um reflectir um pouco sobre o assunto. - Mística: Sabemos que já nada é como era. As modernices romperam em força e tomaram posse de tudo. Estádios novos, maneiras diferentes de abordar o futebol, etc. No entanto, cabe a nós lutar pelo reaparecimento da tão aclamada mística, quer dentro da bancada quer fora dela. Devemos defender convictamente os valores e ideais do nosso grupo e da nossa terra; - Mentalidade: O típico "Ultrá" campeão da mentalidade, aparece nos bons momentos e atira-se à água muitas vezes sem saber nadar, quando vê o barco em perigo de se afundar. Gaba-se, exibindo orgulhosamente o cartão da claque, como se de um estatuto importante se trata-se na sociedade. Típico treinador de bancada, passa o jogo a mandar bitaites e olhar de canto para aqueles que persistem em entoar cânticos mesmo que as forças já sejam inexistentes. São estes projectos de pessoa a extinguir, não só pertencentes ao grupo mas também a toda a massa associativa; - Espírito: A união faz a força. O convívio, espírito de camaradagem têm obrigatoriamente que prevalecer independentemente dos resultados obtidos. É um ponto importante, verosímel e associado também ao parâmetro referido anteriormente; - Ultras: Sem definição. Só quem vive e sente é que dá o real valor. Não se adquire com uma inscrição nem uma aventura no seio da claque. É uma força dentro de nós que nos motiva quando perdemos e nos orgulha quando vencemos; - Nunca desistir: Falhas tu, falhamos todos; Que venham mais 17 e assim sucessivamente. Contamos contigo, de corpo e alma, para lutar pelo Sporting Clube de Braga. 27.09.1992 - 27.09.2009
Direcção Ultras Red Boys Braga 1992
Reacções: 
  • PESQUISA

    ARQUIVO

    SEGUIDORES