SCBraga 2 - 0 V. Setúbal (Crónica)

Quando Portugal inteiro esperava uma escorregadela (e certamente continuará a esperar) do Sporting Clube de Braga, eis que Paulo César e Hugo Viana, respectivamente, apontaram os tentos que permitiram consolidar o estatuto de líder isolado da Liga Sagres, com 21 pontos. Ultrapassado o recorde Bracarense de 4 vitórias consecutivas (treinado nessa época por Manuel Cajuda), Domingos Paciência espera conseguir ainda mais e melhor, sempre com os pés bem assentes na terra. A par do Barcelona, a formação Bracarense é a única na Europa com um registo 100% vitorioso. Registo esse, que poderá permanecer após resultado favorável no reduto do Rio Ave. Já se sabia que o Vitória de Setúbal está em constante reorganização e por isso podia surpreender, perante mais de 10 mil indefectíveis que resistiram a condições meteorológicas adversas que teimam persistir na capital Minhota. Só na segunda parte, e depois de inúmeras oportunidades de golo desperdiçadas, é que Paulo César abriu o marcador. Depois foi só gerir o resultado sem grandes pressões e a vantagem assimilou-se ao minuto 4 do tempo de compensação por intermédio de Hugo Viana. Sem goleadas e euforias, o Sporting de Braga continuará mentalizado das dificuldades que enfrentará jogo após jogo. Os adeptos, esses (ao contrário de muitos), permanecerão fiéis independentemente do desfecho final.

Reacções: 
  • PESQUISA

    ARQUIVO

    SEGUIDORES