SCBraga 2 - 0 SLBenfica (Crónica)
O Estádio AXA engalanou-se, perante 25 mil espectadores, para uma exibição bem conseguida e letal do Sporting de Braga. Galináceos aniquilados. Euforia doentia dos adeptos das vitórias e chama esmorecida, inferiorizou-se perante os pupilos de Domingos Paciência, que souberam atacar e contra-atacar quando assim era necessário, gerir a vantagem no marcador e conseguindo tempo para brindar os mouros com 'olés'. Nas bancadas, em uníssono, o 12º jogador esteve no auge. Feitos os parênteses, eis o futebol. Enquanto estiverem debaixo do nosso tecto, mandamos nós. E este jogo não fugiu à regra. Com uma entrada fugaz e determinada, o Braga adiantou-se no marcador por intermédio de Hugo Viana convertido através de um livre, com classe e um portentoso remate. A partir daí a pressão dos visitantes fez-se sentir. Mas o nosso sector defensivo soube sempre efectuar a sua tarefa e gerir a posse de bola, permitindo assim a mudança rápida de flancos e contra-ataques rápidos que só não resultaram em golo, porque... Ao minuto 78, machadada final. Paulo César concluiu da melhor forma a passe de Matheus e excelente jogada / coordenação, apesar de um ressalto, com Alan. Feito o 2-0, as bancadas explodiam de entusiasmo. O público puxava persistentemente pelos Gverreiros do Minho, e estes, puxavam pelo público com jogadas fenomenais e de classe superior. Com esta importantíssima vitória, o Sporting de Braga consolida o estatuto de líder. É para continuar...
Reacções: 
  • PESQUISA

    ARQUIVO

    SEGUIDORES