SCBraga 0 - 2 FCPorto (Crónica)
O Sporting de Braga, a jogar no seu reduto, registou a 2ª derrota na presente temporada. Desta feita, 0-2 foi o resultado final, num jogo inconsequente e sem grandes pormenores a evidenciar. Depois de um início batalhador e a fazer prever outro desfecho, dada a disputa de bola a meio-terreno, a equipa esmoreceu e permitiu que os visitantes se adiantassem no marcador. No segundo tempo, mais do mesmo. Faltou o fulgor e a força anímica que muitas vezes nos caracterizou como uma equipa destemida e com um espírito de sacrifício inabalável. Mas não basta querer mentalmente. Vencer, ou fazer por isso, exige bem mais do que um simples "vamos à luta" - exige entrega total, raça, superioridade psicológica, e não menos importante... vontade. Contudo, se dentro do campo a prática de futebol revelou-se 'lastimável' e inconsequente, fora dele (nas bancadas), pairou uma situação idêntica, tamanha a apatia e a clarividência de um sentimento derrotista, impensável nos pergaminhos de um verdadeiro Gverreiro do Minho. O Braga e os seus adeptos não são isto, antes pelo contrário. São a força, a alma, a essência e a frescura, inerentes a um clube com valor e respeito no panorama Português e Internacional.
Reacções: 
  • PESQUISA

    ARQUIVO

    SEGUIDORES