SCBraga 1 - 1 Aston Villa
Foi perante 11 mil espectadores, que o Sporting de Braga se apresentou diante do Aston Villa, formação Inglesa bastante cotada Internacionalmente, mesmo que o re-nome nos tempos que correm não seja o mesmo.
Um a um, debaixo de um fogo de artifício e de uma descrição sonante e a fazer jus às suas qualidades, os novos Gverreiros do Minho entraram pela passadeira vermelha na esperança e com toda a convicção de realizar uma época com os mesmos moldes das anteriores, com sucesso e fartura de alegria. É essa a nossa esperança, é por isso que nós lá estamos, para fazer e tornar este clube um verdadeiro campeão. Caso tal não aconteça, como de facto nunca aconteceu em toda a história do Sporting de Braga, permaneceremos sempre fiéis e orgulhosos da sua existência, enquanto clube respeitável e honrado.
Apesar do empate registado após o apito final do juíz da partida, os Bracarenses ficaram com óptimas indicações daquilo que poderá eventualmente suceder no decorrer da temporada. Alan, como é habitual, voltou a fazer o gosto ao pé e a fazer crer que o desfecho final seria outro, mas só não o foi devido à ineficácia dos nossos "matadores" e à densa e organizada barreira defensiva da formação Inglesa.
Relativamente ao apoio, apesar de no fundo ainda contar como um jogo de pré-época, é injustificável o que aconteceu. Isso só demonstra que não há auto-suficiência e capacidade de intervenção da maior parte do pessoal. Ficar à sombra da bananeira à espera que o vizinho do lado inicie um cântico e dê o mote para arrastar os restantes, revela uma péssima atitude de bancada, de companheirismo e de desrespeito perante o símbolo que durante quase 19 anos (está aí muito perto) lutamos árduamente para erguer. Que vos sirva de reflexão. No nosso Grupo não há rebanhos nem profetas, não devia haver quem cante só quando alguém puxa. Se lá estão é para cumprir o vosso papel de bancada, pois caso contrário há muitas cadeiras disponíveis para verem a bola sentados. Nós agradecemos.
Reacções: 
  • PESQUISA

    ARQUIVO

    SEGUIDORES