FOTOS: SCBraga 0 - 0 Young Boys
Créditos: Luís Marques
Reacções: 
3 Responses
  1. RB VG Says:

    n o tempo do jo as coisas corriam melhor mais homens mais atitude mais td


  2. Anónimo Says:

    Caro, o teu comentário foi aceite (aqui não há falta de liberdade de expressão, a menos que sejam de cariz insultuoso sem razão aparente, se bem que há outras formas para o fazer - que eu tenho especial preferência) sem qualquer tipo de ressentimento. E se o fiz foi com consciência de que eu e os meus saberemos dar-te uma resposta à altura.
    É perfeitamente normal que percebas que há diferenças, até porque nós não as escondemos. De facto, existem.
    Tenho especial estima pela pessoa em questão, pois lidei com ela durante muito tempo enquanto esteve no activo, e não me arrependo rigorosamente em nada, pois sei que o que ambos fizemos foi pelo crescimento do Grupo, tanto em número de pessoas como dos laços de amizade.
    Contudo, o teu comentário é contraditório. Como é possível falares em "mais homens" e em "mais atitude", quando utilizas o anonimato para enumerar críticas, publicando o comentário como Velha Guarda, mas que no fundo estás a assumir um papel que não se assemelha a quem deve primar pelos velhos valores?
    Nós somos tantos, mas certamente saberás que ao mesmo tempo tão poucos. Há formas para o fazeres, há um local e há pessoas indicadas para expores as tuas ideias, há quem saiba ouvir e esteja disposto a aplicá-las caso sejam benéficas, mas porquê o anonimato sob um nick tão carismático e emblemático como um Velha Guarda se digna ser?
    Os homens, a atitude e o "mais tudo", vêem-se na hora da verdade, no sector do costume e... noutras paragens. Em tempos, reflecti que o problema que se atesta sobre esta Nova Guarda, é indiscutivelmente... é a Velha Guarda. Com isto tira as tuas próprias ilações.

    Sem mais e à espera que juntos possamos discutir essas ideias, Hélder Ferreiros.


  3. Anónimo Says:

    RB VG, o teu comentário (o último) foi lido mas desta vez não foi aceite. Isto por já estarmos a entrar por uma via que não pode ser discutida por este meio.
    De forma a pudermos falar melhor e aí explicares-me o que pretendes com o que escreveste, peço-te que deixes o teu contacto. O comentário não será aceite, por isso descansa que ninguém o irá ler para além de mim.

    Hélder.


  • PESQUISA

    ARQUIVO

    SEGUIDORES