SCBraga 2 - 0 Marítimo (Crónica)
Finalmente a 1ª vitória oficial da época, já não era sem tempo. Esta foi fruto de muito querer, entrega, raça e dedicação, e será sem dúvida determinante para uma época que se avizinha difícil, desgastante, mas em contrapartida motivante, e, esperamos nós, compensatória. É o desejo de todos os Bracarenses, por isso, façamos todos por isso. Não nos compete a nós analisar detalhadamente os lances cruciais do jogo, mas sim a presença a nível de bancada e consequente rendimento vocal, coisa que, estimamos sempre fazer uma apreciação global da maneira mais consciente e real possível, mas não é fácil, principalmente quando as duas partes são completamente distintas. Se na 1ª parte estivemos vocalmente muito fortes (a ter em conta, definitivamente), na 2ª o apoio fracassou... e de que maneira. É curioso ver o contraste e tentar perceber o porquê, mas não há explicação possível e plausível. Com 2 golos, com um maior poder ofensivo, com uma gestão de jogo à nossa mercê, com todas as condições para dar continuidade ao excelente poder vocal da 1ª parte, pura e simplesmente silenciamos, estagnados e impávidos a apreciar um jogo de futebol como se de meros adeptos nos tratassemos. A reflectir, pois a voz é a nossa maior arma numa Curva, e NÓS, assumidamente indefectíveis, seguidores orgulhosos de um ideal imensamente amado, só temos que cumprir com o nosso papel pois caso contrário não faz sentido algum representar um Grupo que para muita gente nada representa.
Reacções: 
  • PESQUISA

    ARQUIVO

    SEGUIDORES